segunda-feira, 1 de abril de 2013

O Sol - Arcano XIX


Título Esotérico – O Senhor do Fogo do Mundo (A luz vivificante que permeia todo universo e sustém toda a existência).

Analogia Astrológica – Sol (regente de Leão) – A sede da consciência e a essência da personalidade, o canal por onde o homem expressa sua identidade e vontade. Traz em si as qualidades de afirmação da vida e da evolução do ser. Representa também nossa vitalidade e força interiores, bem como a aplicação dos nossos melhores e maiores talentos.

Analogia Numerológica – A consciência do indivíduo (1) aprimora-se a eleva-se ao seu grau máximo em sabedoria, maturidade e autossuficiência (9). Ver que 1+9 = 10 – 1+ 0 = 1. Nesse processo o homem comum (1) atinge um nível superior de consciência e é capaz de ver para além do concreto e prático (0). Resultando num novo ser, íntegro, forte e iluminado (1)!

O Arcano – Duas crianças brincam no que parece ser um jardim murado. Não é possível definir o gênero dessas duas figuras, apenas que estão seminuas e que se tocam gentil e inocentemente. Acima de suas cabeças a figura solar aparece e ostenta, assim como a figura da carta de A Justiça, um olhar direto e penetrante na direção do espectador. Dele emanam raios de luz que se direcionam a terra! E os raios da coroa solar são multicoloridos, em amarelo, azul, vermelho, branco e verde. A cena toda passa uma agradável sensação de tranquilidade, segurança e luminosidade!

Significado – O Sol é o símbolo mais cultuado em todas as civilizações do planeta! Representa a consciência plenamente desperta, livre do medo, das fantasias e da ignorância. Por isso seu olhar é confiante e direto. Por estar no céu e ver todas as ações dos homens também era tido como o conhecedor dos destinos da humanidade. Foi regente de oráculos mundialmente conhecidos e amplamente visitados como o de Delfos na Grécia e o de Amon no Egito. Por ser fonte de calor e luz, é também símbolo da boa saúde e da vitalidade física e moral. Os raios multicoloridos da coroa solar representam as áreas da consciência através das quais o homem pode se iluminar; plano intelectual (amarelo), psíquico (azul), criativo (vermelho), espiritual (branco) e material (verde). As crianças são excelentes representantes da força criativa e espontânea do Sol. As que aparecem no arcano se tocam e se olham amorosamente expressando um afeto e vontade sem as mesmas vacilações do arcano VI, Os Amantes. Interessante notar que uma das crianças toca a região entre o abdome e o coração da outra. O coração é um órgão solar e essa região da barriga é conhecida como Plexo Solar. A outra retribui tocando por trás e com suavidade a região do início da coluna, conhecida como cervical. A coluna tem regência astrológica primeira de Saturno, mas também é regida pelo Sol por ser o centro fundamental do esqueleto humano. O muro delimita o espaço sagrado ou Omphalos, um ponto de emanação energética especial, o centro do mundo. Na antiga Grécia eles foram estabelecidos em vários locais do continente Europeu (Delfos era um desses pontos), o que faz com que a humanidade se pergunte até hoje, tanto em termos místicos quanto científicos, se existe no universo um ponto central. Um axioma esotérico diz que “o centro do universo está em toda parte e sua circunferência não está em parte nenhuma”. Na carta do Sol este enigma é elucidado ao se ver que ao adquirir uma consciência desperta, passamos a ser pontos emissores de uma energia criativa, capaz de mudar realidades pessoais, sociais e planetárias.

O Sol no Osho Zen tarot.
Divinação – Êxito, luz, sorte, felicidade, alegria, amor pleno, maduro e recíproco. Boa saúde, disposição, grande energia física e mental. Superação de medos, fraquezas, vitória da inteligência. Focalização das energias físicas e mentais num ponto a fim de atingi-lo, ou de realizar algo. Como quando nos direcionamos para a resolução de problemas familiares e deixamos de lado um pouco a carreira e os negócios. A posição em que a carta aparece no jogo indica onde estamos mais concentrados ou onde enfrentamos mais dificuldades. Bem como pode indicar, dependendo do resto das cartas na leitura, por outro lado, o ponto mais luminoso e feliz de nossa vida.

Personagem do CinemaGiordano Bruno. Filme italiano de 1973 produzido por Carlo Ponti e interpretado pelo grande ator Gian Maria Volonté (1933-1994). Giordano Bruno é figura histórica e mitológica ao mesmo tempo. Muitas proezas se contam sobre sua vida, a grande maioria é verdadeira e muito bem retratada no filme. Teólogo, astrônomo, matemático e filósofo muito a frente do seu tempo acreditava em Deus como uma presença imanente constante, presente mesmo nas coisas mais triviais como na chuva ou no leite que bebemos. Cria também na existência de vida inteligente em outros pontos do Universo, em pleno século XVI! Essas ideias eram consideradas heresias pela Igreja Romana. Sob a proteção de um membro ilustre de uma tradicional família veneziana vai à cidade, mas ao perceber as intenções mercantilistas de seu benfeitor com seus conhecimentos ocultos, Bruno decidi ir embora e é entregue à Inquisição. Giordano Bruno enfrentou sem temor o que ele chamou de a ignorância de seu tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário