sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Netuno em Peixes - A 3ª Onda



Tenho lido muita coisa sobre a entrada de Netuno no signo de Peixes, que se deu em 03/02/2012, mas as colocações me pareceram muito técnicas e pouco esclarecedoras sobre as influências espirituais desse trânsito tão importante e sobre o que de fato podemos esperar deste ciclo de catorze anos que marcará a passagem deste planeta nos céus, e das influências que ele emitirá sobre a humanidade! Nos últimos 60 anos o mundo passou por enormes transformações culturais, sociais, políticas, comportamentais e, sobretudo, espirituais! Quem tem entre 42 e 56 anos de idade é um herdeiro da primeira onda recente do despertar da espiritualidade que começou quando o mesmo planeta Netuno fez sua passagem pelo signo de Escorpião entre 1956 e 1970. Da mesma forma aqueles que têm entre 17 e 29 anos são os herdeiros da segunda grande onda espiritualista que invadiu a mente, os corações e por fim a mídia no mundo todo quando Plutão passou por Escorpião entre 1983 e 1995! Mas o que tudo isso significa? Creio que todas as reformas que vimos na humanidade só foram possíveis porque elas começaram por dentro, no espírito de cada um, para em seguida expressar-se ao mundo.  Deixo aqui minhas observações sobre os dois ciclos netunianos e o ciclo plutoniano que marcaram o nosso tempo não só com eventos políticos sociais, mas também na percepção dos homens sobre a vida e o espírito humano em sua relação com o universo e Deus. Deixaram um legado para o mundo nas ideias que floresceram neste período e nos nascidos durante o ciclo. Vamos a eles:


Netuno em Escorpião (1956-1970) 
- A 1ª Onda


O florescer do movimento hippie cujo bordão mais polêmico era “Faça amor e não faça a guerra”. Dando uma olhada mais de perto o “faça amor” é Netuno e o “Não faça a guerra” é Netuno dissolvendo a belicosidade de Escorpião! Isso é uma coisa que esse planeta faz, ele dissolve tudo o que está cristalizado e, portanto, enrijecido e arcaico nas qualidades do signo que ele está visitando. Escorpião rege todos os temas voltados para o autoconhecimento como uma forma de transformação pessoal dentro de um espectro muito amplo que vai de coisas como a psiquiatria, a psicologia, e hipnose à alquimia, a magia, o esoterismo e todos os seus correlatos (astrologia, tarot, simbologia etc). Como Netuno também se interessa por tudo isso e mais rituais, transes e estados alterados de consciência, a meditação e o uso de ervas alucinógenas como forma de atingir tais estados foram amplamente aplicados e estudados em institutos como o de Esalen na Califórnia.
A ideia de uma sociedade e cultura alternativa surge também como uma resposta a uma sociedade massificada que não respeita a individualidade e multiplicidade da vida! Netuno rege a casa doze, o lugar de retiro para a interiorização onde as fronteiras são derrubadas, e Escorpião rege as sociedades secretas, o lugar onde algum tipo de conhecimento secreto ou rarefeito é desenvolvido. O movimento hippie tanto quanto o despertar dos temas da alma assumem um caráter transgressor e libertário que mudaria para sempre a face da Terra.
Com a guerra do Vietnã, onde mais de 60.000 soldados americanos morreram, nasce o movimento de defesa dos direitos humanos. Os tabus ligados a sexualidade, outro tema escorpiano, começam a ser questionados e derrubados. O conceito de amor livre e da liberdade das instituições de poder, do qual o casamento fazia parte, toma força e o divórcio começa a ser ou aprovado em muitos países ou discutido intensamente noutros. Poder e profundidade são temas de Escorpião que vemos serem aplicados durante todo o período. 


Movimento hippie em sua expressão máxima durante
o festival musical de Woodstock, 1969.

Em 1960 é fundada nos USA, por Stuart R. Kaplan, a U.S. Games Systems, que viria a ser a maior editora e distribuidora de tarots do mundo! Tenho dito e repetido em minhas aulas e palestras que o tarot é mercuriano e plutoniano e os que desenvolvem bem sua linguagem simbólica costumam ter esses dois planetas em posições influentes em seus mapas natais ou muita ênfase nos signos e casas regidas por eles, Gêmeos, Virgem e Escorpião e as casas III, VI e VIII.
Desperta na arte o psicodelismo, que é o abandono das formas, tons e notas exatas para a deformidade da imaginação e da fantasia, um tema netuniano! E algumas bandas de rock aderem a um certo teor místico em suas vidas pessoais e que logo vem a público, como quando os Beatles se convertem a uma seita indu em 1969 e Jimmy Page, guitarrista do Led Zeppelin, assume seu fascínio pelo ocultismo e especialmente por Aleister Crowley, chegando inclusive a comprar a mansão que foi a residência de Crowley em 1970. Já há nesse tempo uma imensa gama de jovens que começa a se interessar por astrologia, tarot e yoga. Eram os bicho grilo da época!
É incrível que a simples citação de alguns dos exemplos de mudanças polêmicas propostas na época faça vir a mente o quanto tais mudanças viraram um hábito arraigado, como o amor livre, ou simplesmente um conceito perfeitamente aceitável para um grande número de pessoas, como os temas esotéricos de evolução espiritual, reencarnação, magia e consultas oraculares!...
Claro que nem tudo foram flores! Uma era é feita de seres humanos da mais variada cepa possível e houve sim aqueles que se desvirtuaram do caminho e da proposta que a influência planetária indicava. Foi justo neste trânsito que nasceu a pornografia como uma indústria, que em muitos países ajuda a escoar o dinheiro do tráfico de drogas, que também se industrializou e se expandiu, aliás, outra herança macabra que se iniciou nesse período!


Plutão em Escorpião (1983-1995) 

- A 2ª Onda


Plutão em Escorpião, o renascer e
o apogeu das ciências ocultas.
Quando o signo de Escorpião recebe a visita do seu regente Plutão no começo dos anos 80, muita coisa já havia mudado e haveria de mudar ainda mais! A juventude esperançosa e sonhadora dos anos 60, porém, agora dá lugar a rostos tristes e obscurecidos. O movimento jovem dessa fase da história é o dark, os filhos dos hippies vencidos que acreditavam que o sonho tinha acabado e que não mais havia saída para o mundo. O que com certeza foi um exagero e tanto já que foi justo aí que o mundo viu o fim da guerra fria em 1985. E muito mais liberação social, sexual e política se dá pelo planeta. Todas as ditaduras de países aliados aos USA no ocidente caem sem demora! Brasil e Chile, são alguns dos exemplos. A transformação pluto-escorpiana se expande.
Houve nos anos 60 uma forte e negativa reação ao movimento dos jovens por liberdade, criatividade e espiritualidade! As instituições seculares se sentiram ameaçadas e associaram o movimento dos hippies à vagabundagem, drogadição e loucura!
Curiosamente a classe dos psiquiatras e psicólogos que alertaram para os exageros cometidos por aqueles jovens em sua busca por reforma social, quem diria, começa a se interessar pelos temas alternativos como a meditação e a yoga para combater o estresse e até problemas físicos como dores na coluna! Matérias como o tarot e astrologia também entram na âmbito de interesse desses profissionais. O livro da psicóloga norte-americana Sallie Nichols, lançado em 1980, torna-se muito popular e retira para sempre o olhar de desdém de alguns setores do meio cientifico sobre a tarologia, o livro foi Jung e o Tarot, uma Jornada Arquetípica! Esse tempo é marcado por uma aproximação entre os temas espirituais e científicos.


O trabalho com oráculos ganha uma conotação 
mais profunda, mística e psicológica ao mesmo tempo! 

Os bicho-grilo de duas décadas atrás tornam-se os oradores, professores e consultores renomados desse período. Não surgem novas ordens esotéricas (os lugares de saber oculto que Escorpião adora!), mas sim um conceito próprio desse tempo, o de livraria esotérica, onde os livros sobre espiritualidade e esoterismo, ainda rechaçados pelos livreiros comuns, são vendidos. Além de uma imensa variedade de materiais que não se encontrava facilmente, como aparelhos e gráficos radiestésicos, baralhos de tarot, talismãs astrológicos, mandalas, caldeirões, bola de cristal, cristais fantasma etc. 
Na minha cidade, Porto Alegre, muitas livrarias de sucesso surgem: Três Pirâmides, Órion, Chama Violeta, Quintessência, Aeon, Quíron, Regalo Original e Pedras (essas duas últimas especializadas em cristais). Mas uma chama particularmente minha atenção, por ser pequenina, muito rica em variedade de produtos e extremamente popular, que se localizava num subsolo no centro da cidade, a livraria Esotérica! É interessante lembrar que Plutão era o senhor das riquezas do subsolo, e de que o esoterismo é um tema tipicamente escorpiano... Considero essa livraria, que já não mais existe, um símbolo desse trânsito astrológico em minha cidade natal.
No Brasil o escritor Paulo Coelho, um ativo membro da sociedade alternativa dos anos 60 e 70 (e de Netuno em Escorpião) torna-se um autor reconhecido e assumidamente adepto da magia! O que inspira o surgimento de escolas de magia, astrologia, tarot e meditação que se espalham pelo país como já ocorria pelo mundo afora. O tema ganha força em periódicos especializados, jornais e revistas, e as trevas da ignorância sobre essas disciplinas começa, enfim, a esvaecer. O grande legado deixado pela passagem de Plutão pelo seu signo de regência foi a retirada da linguagem fatalista dos sistemas simbólicos e oraculares, e a introdução da ideia de crescimento interior e da interação do livre arbítrio em prognósticos e análises de personalidade!
O trabalho esotérico começa a virar um negócio, alguns consultores vivem dessa atividade modicamente, entretanto outros cobram verdadeiras fortunas por uma hora de sessão, com semanas, e em alguns casos até meses de agenda lotada! Cursos são oferecidos em dólar ou cobrados segundo sua cotação (Plutão rege além do poder a riqueza)!
Multiplicam-se nessa época 
as livrarias esotéricas.
Os temas esotéricos se aproximam das orbes do poder, e no Brasil entre 1990 e 1992, fica conhecido o quanto o presidente Fernando Collor de Mello se vale de recursos de magia negra para se manter no governo, tanto quanto o presidente americano Ronald Reagan se vale dos conselhos de uma astróloga, Joan Quigley, para suas decisões políticas e de segurança pessoal. Tenho muitas lembranças dessa passagem astrológica em particular, já que em 1988 (88, um poderoso número mestre) eu dou ignição ao processo de imersão no mundo dos símbolos quando descubro o tarot, processo esse que continua em andamento! Todos nós nativos de Netuno em Escorpião nos sentimos convocados de algum modo a atender ao apelo plutoniano de aprofundar o que havia sido começado em ocasião de nosso nascimento!
Como nem tudo são flores, e nem todos foram “caminhando e cantando e seguindo a canção”, ouve claro aqueles que se perderam e a liberação sexual foi tão longe a ponto de se perverter! O mundo pela primeira vez vê a abominação da pornografia infantil se firmar como uma indústria ilegal mas em franca expansão que prossegue, infelizmente, até hoje. Foi também com a passagem de Plutão em Escorpião que a AIDS virou uma epidemia da qual a humanidade até os dias atuais não se livrou!
O mundo espiritual também sofreu um duro golpe, os transgressores do sistema de antes, agora parecem querer fazer parte desse sistema e ganhar a sua parcela de lucro e “garantias” de trabalho. Reúnem-se em associações para “defender” o conhecimento, tentam formatar o saber que sempre foi livre à exploração tanto intelectual quanto inspiracional porque certos indivíduos dizem conhecer a verdade, o que significa que tudo o que dentro do mundo espiritual ou mágico não se encaixar numa perspectiva psicológica ou científica é tido como tolo ou sem validade. A aproximação entre e a linguagem psicológica e o ocultismo, que seria apenas um termo de conversação entre duas abordagens do saber (linear e não linear) vira uma obsessão quase persecutória. O corporativismo ganancioso toma o coração daqueles que o combatiam! O termo mistificar, que deriva do grego, e que entre muitas traduções, destacam-se buscar o sagrado, ou ouvir o segredo, ganha a conotação de fantasioso, ou falso, ou seja, o espiritual começa a ganhar conotação de tolo, quando a proposta da Nova Era aquariana não passa por uma suplantação do espiritual pelo científico, mas sim numa sintonia entre ambos!


Netuno em Peixes (2012-2026) 

- A 3ª Onda


Com Netuno em Peixes o que veremos é uma retomada da espiritualidade em seu estado mais puro, com o retorno do sentimento místico quase esquecido pelo trânsito de Plutão em Escorpião e pela própria passagem anterior de Netuno pelo  signo de Aquário. O medo das coisas ocultas ou misteriosas tende a diminuir, o que favorecerá uma subtração do racionalismo que foi difundido com a passagem deste mesmo planeta pelo signo de Aquário. Aquário não favorece as pretensões místicas de Netuno, ao contrário, ele as coloca em xeque com suas muitas inquisições científicas. Coisa que vimos nos últimos anos com temas como cura espiritual e outras manifestações psíquicas sendo testadas em hospitais com as conclusões mais estranhas por parte dos seus pesquisadores. Como, por exemplo, o que ocorreu no Hospital das Clínicas de São Paulo em 2012, onde os médicos depois de muito pesquisarem o reiki chegaram à conclusão de que ele até funciona, mas nada tem a ver com uma energia especial que flui, mas sim com o poder do toque humano de trazer acalanto ao paciente e o quanto isso tem o poder de curar!... O que é a mesma coisa que dizer que todo o fundamento que gerou o próprio reiki é uma grande besteira!
A passagem de Netuno por Escorpião em muito se parece, em termos espirituais é claro, com o atual trânsito no signo de Peixes! A grande diferença, entretanto, é que Escorpião aprecia o ocultismo mais que a espiritualidade transcendente de Peixes. O ocultismo é uma ação em busca do poder pessoal e independente da relação com Deus ou com divindades. O poder é visto dentro e não “fora” e toda a prática oculta é focada no poder do Deus interno! O trânsito de Plutão também pelo signo de Escorpião fortaleceu ainda mais este aspecto! Por isso tudo que vimos nas ideias de filmes como Quem Somos Nós? e o Segredo ganharem tanto crédito nos tempos atuais! E como Escorpião se relaciona com o poder e influência é que vimos também os místicos buscarem suporte na física teórica e na psicologia junguiana para respaldar seus estudos! Com a entrada nos domínios piscianos começaremos a entender que não existe um “lá fora”, e que tudo acontece acontece simultaneamente dentro de nós e em todo o universo ao mesmo tempo. As filosofias espirituais como a teosofia, antroposofia e ayurveda, por exemplo, ganharão muita força.
A busca pelo transcendente
será a tônica deste trânsito.
A percepção de algo maior, que podemos chamar de Deus, Energia ou Emanação Cósmica será um conceito resgatado com menos preconceito! Tanto Peixes quanto Netuno regem todas as manifestações espirituais, e o universalismo que vimos abrir suas asas com a passagem deste planeta pelo signo de Escorpião retornará. Peixes rege também os Avatares (descendentes diretos dos deuses), seres como Cristo, Buda, Rama, tanto quanto os gurus como Vivekananda, Sai Baba, Osho, que surgem na Terra para orientar a humanidade em seu caminho evolutivo. Durante este trânsito estes luminares da espiritualidade surgirão ou ganharão destaque na mídia! Outro aspecto muito importante a se destacar na espiritualidade piscina é a busca por transcendência no sentido de ir além da experiência humana e transfigurar-se na presença divina ou sagrada que temos todos dentro de nós! O aprendizado da misericórdia é outra grande contribuição pisciano-netuniana para este trânsito. Netuno trará a grande lição que temos todos a mesma origem terrestre, cósmica e sagrada e por isso toda e qualquer segregação por sexo, orientação política, religiosa ou sexual é dilacerante e estúpida! Demonstrações do fim deste tipo de segregação irão surgir onde menos se espera. Os atos de amor feitos por cada um de nós no dia a dia é que mantém o bem e o traço de nossa divindade interna imaculada e em desenvolvimento!


Ayurveda, uma filosofia com grandes chances 
de expansão sob esse trânsito

Por derrubar as fronteiras Netuno em Peixes nos aproximará mais uma vez do oriente e de todas as culturas exóticas alheias a nós. O primitivismo expresso em religiões xamânicas também recuperarão o fôlego, e já vemos cursos e vivências xamânicas se multiplicando pelo mundo! A prática de oráculos, meditações, religiões primitivas e orientais e filosofias da mesma origem aparecem (ou reaparecem) e se alastram!
Como tudo tem um lado sombra vale lembrar que Netuno em Peixes pode trazer também as catástrofes vindas da água como tsunamis, enchentes, rompimento de barragens etc. O fanatismo religioso e o aparecimento de falsos gurus que extorquem dinheiro ou pedem sacrifícios de sangue de seus seguidores é bem provável. Haja visto o tanto de exploração e manipulação que a humanidade testemunhou com os boatos sobre o fim do mundo em 21/12/2012, devido a interpretações intencionalmente distorcidas sobre o calendário maia reveladas por verdadeiros arautos apocalípticos em seminários e workshops por todo planeta. A Tolerância proposta por este trânsito pode encontrar um movimento reacionário violento como quando ele esteve passando entre 1192-1207 fortalecendo o ideal das Cruzadas, as chamadas “Guerras Santas”. As religiões que prometem a salvação, como os cultos pentecostais, por exemplo, podem ficar ainda mais fortes! De um modo geral a busca por soluções milagrosas ganha novo ímpeto, embaçando um pouco a consciência de responsabilidade pessoal diante do próprio destino tão divulgada nas duas passagens planetárias por Escorpião (Netuno e Plutão) e que só não será mais grave porque os nativos desses dois trânsitos anteriores, ainda vivos e atuantes, sentirão um irresistível apelo para dar sua contribuição. 
Descobertas poderão ocorrer na ciência ou na história que farão o homem repensar sua relação coma a fé, a espiritualidade e Deus, como ocorreu no século XVI (1520-1534) quando Copérnico descobre o modelo heliocêntrico e mais contundentemente no século XIX (1847-1862), quando Charles Darwin publicou “A Origem das Espécies” mudando para sempre a visão que a humanidade tinha sobre as escrituras bíblicas e sobre o próprio homem. Nesses dois períodos da história Netuno passou por Peixes.
Os nativos que estão nascendo nessa passagem Netuno-pisciana sentirão imenso apelo de manter no mundo essas características quando Plutão passar por este mesmo signo entre 2043-2066.

2 comentários:

  1. Interessante, ainda mais pra mim um escorpiano super ligado nestes assuntos.Feliz Ciclo pra você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Augusto, mais uma vez, por seu comentário!
      Você é da geração de Netuno em Escorpião, ou de Plutão em Escorpião?...
      Um grande abraço e Boas Festas!

      Excluir